Laboratório Toledo

Acesse e confira o resultado do seu exame online de maneira prática e rápida de onde estiver.

Cuidado com a Desidratação

Cuidado com a Desidratação


O verão traz algumas doenças relacionadas ao forte calor e a desidratação é uma delas

O verão começa oficialmente no dia 22 de dezembro. É um período em que devemos ficar mais atentos às altas temperaturas e o perigo da desidratação.

A desidratação é a perda excessiva de líquidos e sais minerais do corpo. É normal perdermos até 2,5 litros de água por dia através do suor, saliva, urina e fezes. Quando a perda diária ultrapassa essa média apresentamos um quadro de desidratação. Essa perda pode ser provocada por fatores relacionados ao forte calor, como transpiração excessiva, vômitos e diarreia por ingestão de alimentos mal conservados, febre e até falta de acesso à água potável. Ao perder muita água, o corpo ficar fora de equilíbrio ou desidratado. A desidratação severa pode levar até à morte.

Os sintomas da pessoa desidratada são boca seca, fadiga, muita sede, tontura, queda de pressão, dor de cabeça, longos períodos sem urinar, irritabilidade, entre outros. Qualquer um pode ficar desidratado, mas os bebês e as crianças são mais vulneráveis por causa do baixo peso corporal e alta rotatividade de água e eletrólitos. Os idosos também apresentam maior vulnerabilidade.

O diagnóstico de desidratação baseia-se essencialmente na avaliação clínica, mas pode ser necessário realizar alguns exames simples de sangue, fezes e urina para identificar a causa e o grau de gravidade da enfermidade.

Nos casos de desidratação grave, que podem ocorrer de uma hora para outra, a reidratação deve ser feita com o soro oral distribuído gratuitamente nos postos de saúde e à disposição nas farmácias. Esse soro pode ser preparado em casa e tem validade de 24 horas depois de diluído em água, segundo os especialistas.

Para evitar a desidratação os médicos recomendam a ingestão constante de líquidos frescos, consumo de alimentos leves e ficar em ambientes arejados e com sombra.




Deixe um comentário