Laboratório Toledo

Acesse e confira o resultado do seu exame online de maneira prática e rápida de onde estiver.

Estresse – o mal do século

Estresse – o mal do século


O estresse faz parte da nossa rotina, mas quando perdemos o controle sobre ele os problemas de saúde se agravam

Segundo a Organização Mundial de Saúde, o estresse já atinge 90% da população mundial. No Brasil, 70% da população vivem o dilema de estarem estressadas e pelo menos 30% desse total chegam a níveis elevados de estresse.

O estresse já é considerado o mal do século. A correria do dia a dia deixa as pessoas cada vez mais ligadas a ponto de se estressarem. O problema maior é que essa vida moderna, cheia de conturbações favorece para que fiquemos mais tempo estressados e isso não é nada bom para a saúde. 

Um pouco de estresse é normal. É o que mantém as pessoas focadas e estimuladas a produzir. Mas depois de certo ponto, o estresse deixa de ser útil e pode causar grandes danos à saúde.  A qualidade de vida fica ameaçada.

Os sintomas do estresse nem sempre são percebidos com facilidade. O importante é estar atento para saber quando os níveis estão fora do ponto. Segundo os especialistas os sinais e sintomas de sobrecarga de estresse podem ser praticamente qualquer coisa. Estresse afeta a mente, o corpo e o comportamento de muitas maneiras, e cada indivíduo experimenta o estresse de formas diferentes.

Alguns sinais que podem indicar estresse são: sensação de desgaste constante, alteração no sono, tensão muscular, formigamento na face e nas mãos, problemas de pele, hipertensão, mudança de apetite, alterações de humor, perda de interesse pelas coisas, problemas de atenção, ansiedade e depressão.

Devemos aprender a gerenciar o estresse e perceber quando ele está fazendo mal para nossa saúde. Nesse momento é de colocar o pé no freio e procurar relaxar. 

Caso o estresse esteja te dominando procure ajuda médica.


Deixe um comentário