Laboratório Toledo

Acesse e confira o resultado do seu exame online de maneira prática e rápida de onde estiver.

Febre Chicungunha

Febre Chicungunha


A febre chicungunha é uma doença que pode ser transmitida pelo mosquito da dengue. No Brasil quase quatro mil pessoas já foram infectadas pela doença desde o ano passado.

A febre chicungunha ou chikungunya é uma doença viral parecida com a dengue. É causada pelo vírus CHIKV. Inúmeros casos da doença foram registrados em países da África, Ásia e da Europa e agora também nas Américas. Só no Brasil foram registrados quase quatro mil casos desde o ano passado.

O problema é que os mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus têm todas as condições de espalhar esse vírus pelo país. O seu ciclo de transmissão é mais rápido do que a dengue.

Os sintomas da febre chicungunha e da dengue são parecidos, apesar dos vírus terem características distintas. Na fase aguda da doença a febre é alta e vem acompanhada de dor de cabeça, dor muscular, erupção na pele, conjuntivite e dor nas articulações.

Ao contrário do que acontece na dengue não existe uma forma hemorrágica da doença e é raro surgirem complicações graves.

O diagnóstico depende de uma avaliação clínica cuidadosa e do resultado de alguns exames laboratoriais. As amostras de sangue para análise devem ser enviadas para os laboratórios de referência nacional.

Casos suspeitos de infecção pelo CHIKV devem ser notificados em até 24 horas para os órgãos oficiais dos serviços de saúde.

O tratamento é feito com analgésicos e antitérmicos para aliviar os sintomas. Manter o doente bem hidratado é medida essencial para a recuperação.

Se a dor nas articulações persistir podem ser introduzidos medicamentos anti-inflamatórios e fisioterapia.

Pesquisadores do Instituto Carlos Chagas (ICC), da Fiocruz Paraná, estão mais perto de desenvolver um teste rápido para detectar o chicungunha.

Atualmente, o teste padrão para detecção do vírus usado pelo Ministério da Saúde é do tipo Elisa (Enzyme-Linked Immunosorbent Assay). Ele é capaz de detectar os anticorpos produzidos pelo organismo em reação ao vírus. Por isso, o exame só é eficaz a partir do quinto dia do aparecimento dos sintomas. O resultado também não é imediato: demora alguns dias para sair.

Ainda não existe vacina contra a febre chicungunha.

Deixe um comentário