Laboratório Toledo

Acesse e confira o resultado do seu exame online de maneira prática e rápida de onde estiver.

Hiperidrose

Hiperidrose


Suar demais pode ser sinal de hiperidrose. Conheça um pouco sobre esse problema e saiba como fazer para buscar a solução.

Normalmente o suor tem a função de refrigerar o corpo, de forma que ele não esquente muito. Suando, o nosso corpo se livra do excesso de calor produzido pelo metabolismo ou pelo esforço muscular. Quando fazemos algum esforço físico, a atividade muscular faz com que se produza muito calor e a temperatura do corpo aumente. Então, por meio do suor, o corpo consegue se resfriar reduzindo a temperatura, contribuindo para a manutenção da temperatura corporal.

Quando temos a produção exagerada de suor nas palmas das mãos, planta dos pés ou nas axilas ocorre a hiperidrose. Na hiperidrose generalizada ocorre aumento da transpiração por todo o corpo.

Ainda não se sabe ao certo a sua causa, mas é possível que ocorra em virtude de alguns fatores como desequilíbrios hormonais, problemas na tireoide e hiperatividade do sistema nervoso simpático.

Algumas medidas sugeridas por dermatologistas podem ajudar a resolver o problema da hiper-hidrose:

-Manter axilas e virilhas depiladas ajuda na evaporação do suor e impede o mau cheiro causado pelas bactérias;
-Preferir desodorantes à base de substâncias neutras;
-Fazer compressas com chá-preto auxilia na diminuição da sudorese, já que o chá contém ácido tânico, que desacelera a produção da glândula sudorípara;
-Desodorantes antiperspirantes reduzem a produção de suor em virtude da ação de compostos à base de alumínio;
-Se o que incomoda em seu suor é o odor, use desodorantes que contenham bactericidas em sua constituição.

Mas em alguns casos de hiperidrose, essas medidas não resolvem. Por isso, as pessoas recorrem a métodos terapêuticos, como aplicações de toxina botulínica. Essa toxina age na produção de acetilcolina, um neurotransmissor utilizado pelo nosso organismo para acionar o mecanismo da transpiração. Os efeitos desse tratamento duram cerca de sete meses, sendo que, após esse prazo, devem-se fazer novas aplicações.

Para os casos mais graves de hiperidrose é indicada cirurgia chamada de simpatectomia. Realizada em centro cirúrgico com sala equipada para operações de alta complexidade, a cirurgia baseia-se na interrupção da mensagem emitida pelo nervo simpático para que determinada área do corpo libere o suor.

Se você tem problema de hiperidrose procure um especialista para avaliar o tratamento indicado.

Deixe um comentário