Laboratório Toledo

Acesse e confira o resultado do seu exame online de maneira prática e rápida de onde estiver.

Tratamento inovador para Hepatite C

Tratamento inovador para Hepatite C


Uma ótima notícia: o Ministério da Saúde oferece tratamento inovador para pacientes com Hepatite C. A nova terapia tem uma taxa de cura de 90%.

O Ministério da Saúde está oferecendo um novo tratamento para pacientes com Hepatite C. Até dezembro deste ano a terapia estará disponível no Sistema Único de Saúde, o SUS.

Composto pelos medicamentos daclatasvir, simeprevir e sofosbuvir, o novo tratamento vai beneficiar cerca de 30 mil pessoas e a taxa de cura é de 90%. Bem maior que todos os tratamentos utilizados até agora e duração de apenas 12 semanas contra as 48 semanas de duração da terapia anterior.

 

A hepatite C é causada pelo vírus VHC transmitido principalmente por sangue contaminado. A infecção pode também ser transmitida pelo contato sexual e por via perinatal (da mãe para filho) sobretudo durante a gravidez e o parto, assim como pelo compartilhamento de seringas, agulhas ou de instrumentos para manicure, pedicure, tatuagem e colocação de piercing.

 

A tendência é os pacientes desenvolverem uma forma crônica da doença que leva a lesões graves no fígado. A evolução da enfermidade costuma ser lenta e o diagnóstico tardio.

 

Segundo o ministro da saúde, Arthur Chioro, está sendo incorporado ao SUS o que tem de mais moderno para a Hepatite C. Com isso, o Brasil assume a vanguarda na oferta dessa terapia. O ministro frisou que isso foi possível porque durante as negociações eles conseguiram descontos de até 90% no mercado internacional.

 

As novas medicações vão beneficiar pacientes que não podiam receber os tratamentos ofertados anteriormente, entre eles os portadores de coinfecção com o HIV, cirrose descompensada, pré e pós-transplante e pacientes com má resposta à terapia com Interferon, ou que não se curaram com tratamento anterior. A meta é ampliar a assistência às hepatites virais, minimizando as restrições impostas pelo tratamento anterior.

 

O SUS garante o acesso aos medicamentos de combate à doença para todos os pacientes diagnosticados e com indicação de tratamento medicamentoso. Mas nem todas as pessoas que contraíram o vírus precisam ser medicadas, sendo uma recomendação estabelecida por protocolo e avaliação médica.

 

A nova terapia garante ao paciente com Hepatite C mais conforto e qualidade porque ainda não existe uma vacina para combater essa doença.

Deixe um comentário